25 Novembro 2014

Portfólio online em miguelcizeronchef.tumblr.com
(ou directamente para o arquivo geral em miguelcizeronchef.tumblr.com/archive)


28 Fevereiro 2013

Sopa de Tomate e Lentilhas

Por sugestão da @ladu no twitter, juntando a curiosidade que a @SandraGaspar tem tido com as lentilhas, e as dúvidas sobre pratos vegan do Vasco M., tentando recorrer à minha memória visual (tinha comido uma sopa destas à uns 2 anos), fiz ontem esta sopa de tomate e lentilhas. 
As lentilhas são sementes secas com um sabor muito forte. As mais comuns são estas as que usei, as castanhas, que depois de cozidas ficam com a forma original. As laranjas (ou vermelhas) são mais pequenas, cozem rapidamente e desfazem-se, ficando com uma cor amarelada. Ao contrário da maioria dos feijões, as lentilhas não precisam de estar de molho antes de serem cozinhadas. Uma lavagem basta, para tirar o pó. Normalmente adiciono à agua de cozimento alho, ervas variadas e especiarias. As lentilhas cruas podem ser guardadas à temperatura ambiente por um ano, e são o legume com mais proteína em proporção ao seu peso, depois da soja e do cânhamo.
Espero que gostem ;)

Nota: A receita é minha. As fotos não. Devido ao recente azar entre o chão e o meu telemóvel, não haverá fotografias por algum tempo. Fontes das fotografias aqui: [1] [2]
8 pax
[A chávena medidora é de 240 ml, 1 cup]

1 colher de sopa de azeite;
1 chávena de cebola picada;
2 dentes de alho picado;
4 chávenas de caldo de legumes;
2/3 chávena de lentilhas castanhas, lavadas;
2 cenouras picadas;
2 talos de aipo, picados;
1 folha de louro;
200 ml de polpa de tomate;
1/4 chávena de salsa, picada grosseiramente;
1 colher de sopa de tomilho fresco picado;
1 colher de sopa de endro;
1 colher de sopa de estragão fresco;
1 colher de chá de mnajerona fresca, picada;
1/2 colher de chá de pimenta preta moída no momento;
800 gr de tomate (pode ser de lata, com o suco)
Sal a gosto. 
Numa panela grossa de ferro, aquecer o azeite. Acrescentar a cebola e o alho. Cozinhar, mexendo ocasionalmente até a cebola ficar translucida (5 minutos). Acrescentar o caldo de legumes, as lentilhas, cenouras, aipo e a folha de louro. Reduzir o lume para o mínimo e deixar cozer uma hora, até os vegetais ficarem tenros.
Entretanto, misturar a polpa de tomate com os tomates e o suco. Acrescentar 1 chávena do liquido das lentilhas e misturar até ficar suave. Acrescentar o resto da sopa e mexer com calma. Temperar. Decorar cada sopa com um ramo das ervas.

27 Fevereiro 2013

Peixe sustentável. A melhor compra.



 
Compre localmente. É isto, assim simples. Localmente.
Comprar localmente ajuda a economia local, por norma pequenas empresas de pesca, com poucos barcos. Estas pequenas empresas têm uma tendência a serem mais responsáveis nas quantidades porque precisam de manter as reservas de peixe para a própria subsistência.
 

Por norma usam barcos menores, o que significa um pescado de muita melhor qualidade quando chega à mesa do consumidor - passam muito menos tempo no mar (períodos de 2 a 10 horas) sendo o peixe refrigerado muito pouco tempo depois de ser capturado.

Comprando em empresas locais, reduzimos também os gastos em combustíveis. Muitas vezes o peixe que compramos viajou de avião de lugares longínquos. Desta maneira conseguimos ter um controlo absoluto da proveniência do nosso alimento.

Fontes das imagens: [1 - Sea Food, Ed DK] [2] [3] [4]

13 Fevereiro 2013

Almoço? Salada de Salmão Glacé [alldayidreamaboutfood]

Uma salada simples de salmão cozinhado no forno com vinagre balsâmico e mostarda de Dijon e uma vinaigrette de noz para completar o quadro. Low-carb e gluten-free!






02 Janeiro 2013

Jantar Vegetariano de Natal 3 [+2 pratos Principais]

Continuando com as propostas para um Jantar de Natal (ou agora que já passou, para um jantar "reforçado") que fui publicando nos últimos tempos (Jantar de Natal Vegetariano 1 [3 Entradas] e Jantar Vegetariano de Natal 2: [Entrada + 2 Pratos] aqui ficam mais duas propostas. Um ravioli aberto de abóbora e cogumelos e uma salada de lentilhas com espinafres.

Ravioli aberto de abóbora e cogumelos
2 pax; 40 + 30 + 15 minutos
450 gr de abóbora, descascada e cortada em cubos;
25 gr de manteiga;
Noz moscada;
25 gr de queijo parmesão;
Folhas de lasanha.
Para o molho de cogumelos:
1 colher de sopa de cogumelos desidratados e picados;
2 colheres de sopa de azeite;
1 colher de sopa de vinagre balsâmico;
2 colheres de sopa de molho de soja.
Para servir:
Açafrão;
85 gr de cogumelos agaricus;
1 dente de alho esmagado;
100 gr de rebentos de espinafre (ou espinafres bébés)
Raspas de parmesão.

Numa panela cozinhar a abóbora com a manteiga, adicionando 5 colheres de sopa de água, 15 minutos. Esmagar com os temperos e o parmesão.
Para o molho, começamos por hidratar os cogumelos: uma tigela com 3 colheres de sopa de água a ferver com os cogumelos. Tapar e 1 minuto no microondas no máximo. Deixar arrefecer. Misturar 1 colher de sopa de azeite com o vinagre e o molho de soja e acrescentar ao cogumelos.
Ferver um panela cheia de água com o açafrão e um pouco de sal. Entretanto saltear os cogumelos agaricus com o restante azeite. Quando estiverem quase cozinhados, acrescentar o alho. Escaldar os espinafres e aquecer a abóbora.
Montagem: Ferver as folhas de lasanha por um minuto até ficarem moles e deixar escorrer. Montar na seguinte ordem: três colheres de espinafres + folha de lasanha + uma colher de abóbora (espalhar). Repetir até usar 4 folhas de lasanha. Acabar com uma colher de abóbora, espalhar alguns cogumelos e salpicar com o molho.

Lentilhas picantes e salada de espinafres
2 pax; 30 minutos.
Para a salada:
75 gr de lentilhas (cozinhadas segundo instruções da embalagem);
75 gr de espinafres.
Para a vinaigrette picante:
1 colher de sopa de óleo de sésamo;
2 colheres de sopa de molho de soja;
Chili flakes (malaguetas secas no microondas e trituradas num mix)
Sumo de 2 limas;
1 colher de sopa de mel.

Misturar as lentilhas já cozinhadas, escorridas e arrefecidas com o espinafre (cortar as folhas maiores para tamanhos aceitáveis). 
Misturar muito bem os ingredientes da vinaigrette picante.
Servir separado ou já misturado.

Fontes e fotos: BBC Good Food, BBC, Weight Watchers. (nem as fotografias nem as receitas são de minha autoria. As receitas sofreram adaptação de alguns ingredientes e técnicas)

26 Dezembro 2012

Jantar Vegetariano de Natal 2: [Entrada + 2 Pratos]



Continuando com o post anterior, mais uma entrada e dois pratos principais. Cenoura "trufada" servida num crostini com bastante parmesão como entrada, uma brioche de cogumelos variados com acompanhamento de alguns legumes e uma redução de Porto, e, para acabar (por agora) uma lasanha, que de lasanha só tem o nome e a ideia.

Trufa de cenoura com bruschetta de parmesão

6 pax (2 por pessoa); 10 + 25 minutos
12 fatias de baguette cortadas na diagonal;
1 dente de alho, cortado em 2;
50 gr de manteiga;
4 cenouras grandes, cortadas em cubos pequenos;
1 colher de sopa de azeite de trufa;
2 colheres de sopa de azeite;
100 gr de parmesão;
Folhas de manjericão ou hortelã para decorar.

Tostar as fatias de pão 2 minutos até ficarem estaladiças e douradas. Esfregar cada uma com o a face cortada do alho.
Aquecer a manteiga numa frigideira e adicionar as cenouras, temperando a gosto. Deixar cozinhar em lume médio, até amolecerem (10 a 15 minutos). Se necessário acrescentar alguma água. Retirar do lume e transformar em puré num mix, adicionando os dois azeites. Rectificar temperos e reservar.
Para servir, deixar o puré ficar à temperatura ambiente e barrar as fatias de pão acabado de tostar, laminar o parmesão para cima da mistura e decorar com algumas folhas. Regar com um fio de azeite.
(O puré de cenoura pode ser feito com antecedência, aguentando perfeitamente 2 dias no frio.)


Brioche de cogumelos selvagens com redução de Porto

6 pax; 15 minutos + 1 hora
2 colheres de sopa de azeite;
100 gr cogumelos shiitake, cortados a meio;
250 gr cogumelos pleurotus, cortados em quartos;
2 cogumelos portobellos grandes, laminados;
3 talos de aipo, picados;
1 cebola laminada;
2 dentes de alho, esmagados;
300 ml de vinho tinto;
1,2 litros de caldo de legumes
2 ramos de tomilho fresco;
150 ml de vinho do porto;
6 brioches para rechear;
Salsa para decorar.  


Pré-aquecer o forno a 180º. Numa frigideira aquecer uma colher de sopa de azeite e saltear os cogumelos, DESTAPADO, durante 4 a 5 minutos, mexendo ocasionalmente, até ficarem levemente castanhos. Reservar num recipiente próprio.
Adicionar o restante azeite e saltear o aipo, a cebola e o alho, em lume fraco, 5 a 6 minutos. Acrescentar o vinho, o caldo de legumes e o tomilho até ferver. Deixar em lume brando a fervilhar por 30 minutos.
Acrescentar o vinho do porto e deixar ferver novamente por 10 minutos ou até reduzir a metade. Temperar, retirar os ramos de tomilho e acrescentar os cogumelos. Deixar em lume brando por 5 minutos.
Entretanto atacamos as brioches, cortando uma tampa e retirando o miolo do interior. Levar ao forno 5 a 7 minutos até ficarem crocantes.
Com uma colher, pôr a mistura dos cogumelos dentro das brioches, decorando com a salsa.
Servir imediatamente, acompanhando com batatas assadas ou feijão verde salteado num fio de azeite.


Lasanha livre de pimento vermelho, feta e courgette




1 pax; 15 minutos.
2 courgettes, laminadas longitudinalmente;
Azeite;
3 fatias grandes de pimento vermelho, grelhado ou simplesmente escaldado;
50 gr de queijo feta desfeito;
2 colheres de sopa de mascarpone;
1 colher de sopa de pinhões, tostados.  
Para o molho:
4 colheres de sopa de azeite;
2 colheres de sopa de sumo de limão;
1 colher de sopa de menta (ou hortelã) picada;
1 punhado de salsa picada.  

Cozinhar as fatias de courgette, salteando-as rapidamente numa frigideira com um fio de azeite, e aquecer as fatias de pimento vermelho.
Misturar o queijo feta com o mascarpone.
Misturar os ingredientes do molho.
Montar directamente num prato previamente aquecido: uma fatia de pimento, a fatia de courgette e a mistura de feta com o mascarpone, salpicando com um pouco do molho. Repetir e terminar regando a lasanha com o restante molho e os pinhões.

Next? Mais 2 pratos de Jantar de Natal Vegetariano:
Ravioli aberto de abóbora e cogumelos
Lentilhas picantes e salada de espinafres



Fontes e fotos: BBC Good Food, Olive Magazine, Good Food Magazine (nem as fotografias nem as receitas são de minha autoria. As receitas sofreram adaptação de alguns ingredientes e técnicas)

25 Dezembro 2012

Jantar de Natal Vegetariano 1 [3 Entradas]



O natal não é, ou não precisa de ser, só Bacalhau e Peru. Fica a primeira parte do post de Natal, com as sugestões de entradas para vegetarianos:

Bloody Mary com crostinis de Abacate
4 pax; 30 minutos

1 abacate;
1/2 cebola vermelha, laminada finamente;
1 tomate em dados;
1/2 limão;
8 fatias finas cortadas na diagonal de uma baguette francesa
Para o Bloody Mary:
500 ml de sumo de tomate;
1 colher de café de sal;
1 colher de chá de rábano seco e moído;
4 colheres de sopa de Vodka;
Molho de Tabasco;
Molho de Worcestershire;
Sumo de 1/2 limão.

Misturar todos os ingredientes para o Bloody Mary, temperar com os molhos, e reservar no frio.
Descascar e picar finamente o abacate, misturar com a cebola vermelha e espremer o limão, temperando com sal e pimenta. Pôr uma porção em cada fatia de pão, que se levou antecipadamente a tostar levemente no forno. Servir um shot de Bloody Mary (misturar antes) com 2 fatias de pão.
Tarte de Batata-doce e Cebola
6 a 8 pax; 2 horas e 40 minutos.
700 gr de batata-doce cortada em cubos;
200 gr de cebola picada
2 colheres de sopa de azeite;
Sal e pimenta;
50 gr de salsa picada;
300 gr de queijo gruyére, ralado;
4 ovos grandes;
1 colher de sopa de alecrim moído; 
1 embalagem de massa folhada.

Pré-aquecer o forno a 220º. Misturar os 4 primeiros ingredientes, levando-os depois ao forno num tabuleiro próprio por 20 minutos. Mexer aos 10. Retirar do forno, deixar arrefecer e acrescentar a salsa picada.
Reduzir a temperatura do forno para 180º.
Numa forma com o fundo amovível, forrar com a massa folhada, furando o fundo com um garfo. Primeiro vamos pôr a mistura já feita das batatas, cebolas e azeite. Misturamos os restantes ingredientes (os 4 ovos, o alecrim e o queijo) e depositamos por cima das batatas.
Levamos ao forno 35 a 40 minutos. Antes de servir, polvilhar com algum queijo.
  
Salada de citrinos com beterraba e rúcula selvagem
6 pax; 40 minutos
3 laranjas;
3 toranjas;
1 limão pequeno;
4 beterrabas já cozidas;
1 embalagem de rúcula selvagem.

Descascar e laminar os citrinos em rodelas finas de 5 mm. Cortar as beterrabas também em rodelas finas.Misturar tudo numa tigela de servir, acrescentando um pouco de sal e algumas folhas de tomilho e hortelã moídas. Regar com azeite aromatizado com alho ou outra erva aromática. Servir frio.

Next?   
Trufa de cenoura com bruschetta de parmesão;
Brioche de cogumelos selvagens com redução de Porto;
Lasanha livre de pimento vermelho, feta e courgete.

Fontes e fotos: Olive Magazine, BBC Good Food, Southern Living Magazine, Bon Appétit (nem as fotografias nem as receitas são de minha autoria. As receitas sofreram adaptação de alguns ingredientes e técnicas)

14 Dezembro 2012

Ovos fritos com Couve de Bruxelas e Iogurte com Gengibre


No último Domingo, além de atacar os restos do frigorífico, deu-me para os ovos.

4 Pax ; 30 minutos

Ingredientes

2 iogurtes naturais
2 colheres de sobremesa de gengibre em pó
1 colher de chá de raspa de limão
Sal e pimenta;
4 colheres de sopa de azeite;
20 Couves de Bruxelas (aproximadamente) limpos, cozidos a vapor, e desfeitos em metades e folhas;
1 cebola em lâminas finas;
2 colheres de sopa (ou mais, conforme gosto) de vinagre de arroz (ou vinagre de maçã);
4 ovos grandes;

Preparação:

Misturar e bater muito bem, até formar um creme, os iogurtes, gengibre e a raspa de limão. Temperar com sal e pimenta a gosto. Reservar.
Aquecer duas colheres de sopa de azeite numa frigideira grande em lume médio. Acrescentar as couves de bruxelas e deixar cozinhar, mexendo ocasionalmente. (5 minutos)
Acrescentar a cebola laminada até ficar amolecida (1 minuto). Acrescentar o vinagre e temperar com sal e pimenta.
Aquecer o restante azeite numa frigideira anti-aderente em lume médio e fritar os ovos. Temperar a gosto.
Dividir por cada prato o iogurte com gengibre, e pousar por cima as couves de bruxelas salteadas com a cebola e finalmente o ovo.
Enjoy!!



12 Dezembro 2012

Sardinha, caviar e cebola caramelizada em pão tostado

Nos ultimos domingos à noite, tenho atacado o frigorífico e usado os restos da semana para inventar qualquer coisa comestível. À duas semanas encontrei isto:

Sardinhas fritas;
Pão (quase) seco;
Caviar (a acabar o prazo de validade).
mais
1 Cebola
Azeite
Vinagre (de arroz)
Salsa (picada)

Cortei uma cebola em tiras finas e salteei-as em bastante azeite e vinagre até ficarem meias caramelizadas, quase a desfazer-se mas com alguma consistência ainda. O pão cortado em fatias finas foi para o forno para dourar e ficar mais estaladiço.
A  fatia de pão, a cebola, a sardinha, uma colherada de caviar e uns salpicos de vinagre de arroz e salsa picada. 

Voilá!



11 Dezembro 2012

"Bruschetta" de fiambre, tomate e queijo

Para um fim de tarde, início da noite, ou quando apenas nos apetece trincar algo diferente. Uma bruschetta básica com os ingredientes mais comuns.

Ingredientes (quantidades variam conforme gosto):
Pão;
Azeite;
Alho;
Fimabre;
Tomates;
Queijo Ralado (um qualquer, desde que não derreta muito);
Ervas aromáticas e / ou oregãos.

A preparação é simples, apenas o azeite com alho dá algum trabalho, mas até o podemos guardar para outros cozinhados: simplesmente triturar com um mix os alhos descascados com oazeite. Já está.
Agora montar. 
Primeiro, barrar as fatias de pão com o azeite com alho (eu utilizei uma manteiga com alho que já tinha feito):
As fatias de fimabre...
Os tomates laminados...
E polvilhar com o queijo ralado...
Levamos ao forno até tostar o pão e / ou o queijo derreter, polvilha-se com ervas a gosto, cortar e comer.

Já agora, outras bruschettas (queijo e tomate) que fui fazendo (no Cor de Vinho)





LinkWithin

Related Posts with Thumbnails